Quem é Krishna? 

  Em sânscrito Krishna quer dizer o Supremamente Fascinante ou Atraente, pois todos são atraídos pela Fonte Última de tudo, directa ou indirectamente.

 

  De acordo com o acharyas precedentes, Sri Krishna esteve neste planeta há mais de 5.000 anos, tendo falado o Bhagavad Gita, o mais famoso tratado de Yoga e Auto Realização que se conhece.

 

  Existem provas históricas e arqueológicas da passagem de Krishna por este planeta.

 

  Krishna não é um “deus” da mitologia Hindu, mas a Suprema Verdade Absoluta.

 

  “aham bija-pradah pita”(eu sou o pai que dá a semente a todos os seres vivos). Os Vedas (antigos textos em sânscrito) preconizam a prática da meditação (Yoga) para a evolução espiritual, libertando a pessoa das ansiedades, da angústia, da depressão, do medo, etc. A meditação mântrica é simples e fácil. Mantra quer dizer : Man (mente) e Tra (libertação), ou seja, a libertação da mente.

   Como o Senhor Chaitanya, Krishna assumiu a mentalidade e a aparência do Seu devoto mais querido, Sua consorte Radharani, e ensinou como através do canto congregacional dos nomes do Senhor, especialmente na forma do mantra Hare Krishna, nós podemos despertar nosso amor adormecido por Deus. O Senhor Chaitanya concede a maior bênção, amor por Deus, a todo mundo sem consideração, e assim Ele é louvado pelo santo Vaishnava Rupa Goswami como a mais muni cente de todas as encarnações do Senhor.

   O Senhor Chaitanya apareceu em Mayapur, onde é agora a Bengala Ocidental, no ano 1486 em uma família de brahmanas e era de fato um estudante em Sua mocidade. Entretanto, depois que Ele conheceu Seu guru, Isvara Puri, em Gaya, Se interessou apenas por devoção a Krishna e pelos festivais organizados por muitos devotos tocando instrumentos musicais e cantando os nomes de Krishna nas ruas. Este canto congregacional dos nomes do Senhor, Ele ensinou, é a bênção principal para a humanidade, pois limpa nossos corações dos desejos materiais, e nos permite provar o néctar pelo o qual nós estamos sempre completamente ansiosos, o néctar eterno do amor a Deus. 

   O Senhor Chaitanya ensinou que como almas espirituais nós somos partes de Deus e assim somos unos com Ele em qualidade, e ainda ao mesmo tempo também somos diferentes d’Ele em quantidade. Isto é chamado acintya- bheda-abheda-tattva, igualdade e diferença simultâneas inconcebíveis. Portanto, nossa posição constitucional é servir ao Senhor com afeição, e nosso amor por Ele pode ser invocado cantando-se Seus nomes e cultivando as qualidades de tolerância e humildade.

 Quem é o Senhor Caitanya? 

  A palavra VEDA quer dizer CONHECIMENTO.

  No mundo moderno usamos o termo “ciência” para identificar o tipo de conhecimento autorizado sobre o qual o progresso humano está baseado.

  Para a civilização milenar de Bharata-varsha ( Grande India ) a palavra VEDA tinha um significado mais profundo que a palavra ciência tem para o homem moderno.

 

  Isto porque naqueles dias a pesquisa científica não estava restringida ao mundo percebido pelos sentidos físicos, nem o progresso humano era visto como a exploração massiva dos recursos da natureza material.

 

  O foco principal da literatura Védica é o permanente – SAT, não o transitório – ASAT.

 O que são os Vedas? 

 As quatro escolas filosóficas da Índia antiga 

  Existem quatro escolas filosóficas (sampradayas), correntes de sucessão discipular, que descendem de importantes acharyas, guias espirituais.

  As escolas de Sri Ramanuja, Madhavacharya, Vishnuswami e Nimbarka Swami, os principais expoentes destas quatro tradições são a Verdade Absoluta em termos pessoais.

  Estes mentores espirituais, bem como seus seguidores, apresentaram exaustivamente argumentos que dissipam o sentido de limitação mundana associado ao termo “PESSOA” quando nos referimos à Verdade Absoluta.